Browsing Category

Gestão

Dicas para organizar um feirão de veículos na revenda

Dicas para organizar um feirão de veículos na revenda

O feirão de veículos é uma excelente oportunidade para potencializar o alcance da revenda e fazer um bom networking, além de proporcionar um aumento nas vendas na data do evento.

Artigos que você pode gostar:

Mas organizar um bom feirão de veículos é um processo que merece dedicação e atenção a alguns detalhes. Antes de tudo, para garantir o sucesso do evento, é preciso planejar, organizar, divulgar, acompanhar e por fim, avaliar os resultados.

Para muitas pessoas, esse será o primeiro contato com a sua revenda de veículos. Portanto, é preciso que toda estrutura esteja impecável para o evento, desde a limpeza e organização da revenda em si, quanto à situação dos veículos que farão parte do feirão.

Portanto, crie uma lista de tarefas para que você não esqueça de nada, defina as prioridades, delegue responsabilidades e mãos à obra.

Primeiros passos para organizar o feirão de veículos

Conforme já mencionamos acima, o planejamento do feirão de veículos é uma parte essencial para a organização do evento. Ele pode ser feito utilizando ferramentas como o Trello ou o MindMeister

Essas ferramentas permitem a criação do escopo do evento e a listagem de todas as ações a serem executadas. Dessa forma, fica mais prático acompanhar o que já foi feito e o que ainda está em aberto. 

Um dos pontos a serem avaliados é a localização. Caso o feirão de veículos seja realizado no pátio da revenda, não é necessária nenhuma autorização especial. Desde que não invada algum espaço público como o passeio e a calçada, dificultando o trânsito das pessoas ou dos veículos ao redor do evento.

Como um evento desse tipo envolve transações de alto valor, também é necessário divulgar com antecedência, para que as pessoas possam planejar o seu investimento. Dessa forma, pessoas aguardarão pelo feirão para ter acesso a ofertas exclusivas. 

Mas atenção, não se esqueça que estamos em época de pandemia! É necessário estar atento aos decretos vigentes e sempre seguir os protocolos já bastante conhecidos para combater a propagação do vírus.

Qual a melhor época para fazer o feirão de veículos?

Não existe uma regra quanto às datas para a realização dos feirões. Muitas revendas acabam optando por realizar em dezembro, próximo ao Natal. Primeiramente, por causa dos pagamentos de 13º salário e férias de muitas pessoas. Também porque os ânimos estão aquecidos pelas festas de fim de ano e a busca por presentes está a todo vapor. 

Mas o feirão também pode acontecer mais vezes ao ano. Os meses de junho e julho também são muito utilizados para realização desses eventos. Principalmente, por ser a época com menos chuvas no Brasil e o calor ser mais ameno. Dessa forma, se os veículos estiverem expostos em uma área externa, o calor excessivo não irá atrapalhar. 

Escolha um final de semana para a realização do feirão, assim o público tem mais tempo para visitar o evento. Muitas vezes, a escolha dos veículos é feita com a aprovação de todos familiares (cônjuges e filhos) e o final de semana é ideal para que todos possam fazer a visitação e escolha juntos.

Seu time está preparado? 

Repasse todas informações à equipe que irá atuar no feirão. 

  • Quem deve estar presente no dia; 
  • Qual a instrução quanto à roupa do evento: uniforme, camisa social ou camiseta personalizada;
  • Quais são as ofertas;
  • Repasse com a equipe todas as informações gerais do evento.

Acima de tudo, é fundamental que todos estejam informados e preparados para o dia do feirão.

Prepare ofertas exclusivas

O diferencial do feirão de veículos devem ser as oportunidades. Então o preço do veículo à venda neste dia deve ser diferente do preço normal do dia-a-dia da loja. Da mesma forma que, ao finalizar o evento, o preço do veículo deve voltar ao valor anterior. Dessa forma, o evento não perderá credibilidade em uma segunda edição.

É preciso gerar ofertas de valor para o consumidor. Seja por meio de uma oferta especial, um financiamento diferenciado, por taxas imperdíveis ou brindes extras, por exemplo. Dessa forma, é mais possível que as pessoas retornem para uma segunda edição.

Divulgue seu evento

Quanto mais pessoas souberem do evento, melhor! Monte uma estratégia para informar seus clientes e as pessoas em geral sobre a realização do feirão. O sucesso está ligado ao investimento destinado à divulgação. Mas isso não quer dizer que você gastará muito para isso. Uma maneira legal é diversificar as mídias.

Veja algumas formas de divulgar o feirão da sua revenda de veículos.

E-mail marketing

Ter um cadastro atualizado de clientes é fundamental. Envie um e-mail marketing personalizado para antigos clientes ou para a lista de contatos. O envio de convites antecipados é uma forma de recompensar a fidelidade do cliente e mostrar-se presente no seu dia-a-dia.

Redes sociais

Utilize as redes sociais para divulgar seu evento. Você pode publicar as ofertas, criando anúncios personalizados para cada veículo ou divulgar apenas as oportunidades que possuem maior destaque.

Patrocine seu anúncio para atingir uma quantidade maior de pessoas e não se esqueça de responder as perguntas que forem feitas nas postagens.

Blog

A sua revenda tem um blog? Aproveite essa ferramenta e crie um material falando sobre o feirão. Escreva sobre o evento, sobre quantas oportunidades serão geradas ali. 

Há ainda a possibilidade de fazer parceria com outros blogs, dessa forma seu artigo será veiculado em outro site, atingindo uma gama maior de possíveis clientes.

Influenciadores

Você também pode fazer uma parceria com nanoinfluenciadores (de mil a 10 mil seguidores nas redes sociais) e microinfluenciadores (10 mil a 100 mil seguidores) para divulgar o evento, ou mesmo com algum veículo de comunicação regional. 

Alguns deles divulgam gratuitamente, enquanto outros fazem parcerias através de permutas ou mesmo através de pagamento. É uma ótima forma de alcançar um público maior com os mesmos interesses.

Rádio

Divulgar o feirão da sua revenda de veículos por uma chamada no rádio ainda é uma opção muito eficaz. O rádio é a companhia de muitas pessoas durante o expediente e, principalmente, no caminho para o trabalho ou para a casa.  

Deixe o sistema redondinho

O bom uso do sistema utilizado pela revenda é fundamental não somente no feirão, mas no dia-a-dia da revenda. Pois dessa forma, todas informações estão centralizadas em um único e confiável lugar. O Altimus faz toda essa função com excelência.

Compradores de veículos geralmente são exigentes, e solicitarão diversas informações como a procedência e o histórico do veículo, por exemplo. Tendo essas e outras informações atualizadas dentro do sistema, fica mais fácil quebrar as objeções e realizar a venda.

Crie ações para o dia do evento

Existem algumas ações que ajudam a trazer o público ou mantê-lo por mais tempo no feirão. Seguem algumas ideias que podem ser realizadas para tornar o evento mais dinâmico:

Estoura balão: Essa ação pode ser realizada com clientes que comprarem algum seminovo no dia. Prepare uma parede ou um arco de balões dentro da revenda. Dentro de cada balão, coloque um papel com um brinde que o cliente pode ganhar ao estourar o balão. Pode ser tanque cheio, IPVA pago pela revenda, transferência gratuita, espelhamento, 10 lavações completas e outros prêmios.

Postagem nas redes sociais: O cliente que estiver no feirão e fizer um story sobre o evento, deve marcar a revenda. Então basta mostrar esse story para um vendedor e na mesma hora ganhar um brinde. Esse brinde pode ser desde lixeirinha pro carro, “cheirinho” para o carro, chaveiro ou algum outro acessório. Dessa forma, o público ajudará a divulgar o seu feirão, chegando a um número ainda maior de pessoas.

Disponibilize atendimento online no dia do evento

Em época de pandemia essa é uma solução interessante que pode trazer um diferencial para o evento. Dessa forma será possível manter uma comunicação direta com o cliente que não pode estar presente no feirão. Seja através de chat ou mensagens instantâneas, utilize a tecnologia a seu favor no feirão de seminovos.

Aliás, não se esqueça delas: as redes sociais. No dia do evento, faça muitos stories. Você poderá realizar transmissões ao vivo e mostrar as ofertas para quem está acompanhando pela internet. Pode ser contratada uma equipe externa para fazer essas transmissões e responder a todas perguntas que forem feitas. Afinal, de nada adianta divulgar tanto se os questionamentos feitos não forem respondidos. 

Acabou o feirão, e agora?

Agora é hora de analisar e avaliar os resultados do evento. Anote todos os pontos de sucesso, bem como os pontos em que possa haver melhoria e registe caso algo deu errado. Isso tudo vai ajudar na organização da próxima edição do feirão.

Mostre o resultado do evento nas redes sociais. Mostrar números transparece confiança. Exemplo: 3 dias de feirão, 100 carros vendidos, inúmeros KMs a serem rodados juntos! Também é interessante enviar um e-mail marketing informando o resultado positivo do feirão e agradecendo a presença de todos.

O alcance gerado criará oportunidades de negócio, seja no feirão, no dia-a-dia ou num próximo evento de vendas. Um evento bem organizado e com ofertas realmente diferenciadas alimenta o marketing boca-a-boca podendo, além trazer vendas, criar defensores da marca.

Você já fez um feirão na sua revenda? Conte-nos como foi a experiência.

Facebook: @altimusoficial Instagram: @altimusoficial
Youtube: Altimus Linkedin: Altimus

turbinar anuncios de veiculos

Como turbinar seus anúncios de veículos

O cenário de compra e venda de veículos muda constantemente. Acelerado pela pandemia, o primeiro contato e boa parte do processo de venda migra cada vez mais para o meio digital. Atualmente, muitas revendas de veículos pelo país já registram que a maior parte das suas vendas têm origem no meio digital (desde seu site próprio, assim como os portais e redes sociais).

Portanto, se o meio digital oferece esse poder para revenda de veículos, é necessário trabalhar muito bem o anúncio de internet para capturar a atenção do comprador e levá-lo aos passos seguintes do funil de vendas. Não devem existir dúvidas de que é aquele veículo que ele está procurando.

Cada vez mais, o consumidor participa do processo de compra on-line. Do eletrônico ao vestuário, bem como as compras rotineiras de supermercado, o consumidor em grande parcela já está habituado com a pesquisa e escolha desses produtos sem sair de casa. 

É claro que a escolha de um veículo seminovo requer uma série de análises e cuidados, por isso, o consumidor quer ter o maior número de informações possíveis pela internet. 

Definitivamente, o perfil de cliente que visita o pátio das revendas de veículos à procura de um modelo que o atenda não é mais tão comum. Portanto, forneça em seu anúncio pela internet o maior número possível de informações sobre o seu produto. 

Dicas para turbinar seus anúncios de veículos:

  • Descreva uma boa observação sobre o veículo e a loja: primeiramente, indique detalhes exclusivos que fazem esse veículo ser diferente dos demais. Aborde os diferenciais da sua revenda, pois isso transparece mais confiança ao consumidor que ainda não conhece a revenda.
  • Opcional pode ser diferencial: é muito importante indicar os opcionais no anúncio do veículo. Dessa forma, você possibilita que o comprador filtre e/ou valide nos portais quais veículos têm determinados opcionais que serão diferenciais na sua escolha.
  • Mostre a organização e profissionalismo da sua loja pela composição das suas fotos:
    Padronize a sequências dos ângulos das fotos;
    Escolha um local apropriado e organizado onde o veículo será a estrela principal, sem que apareçam outros veículos ao fundo para tirar a atenção do consumidor;
    Cuide com o brilho e reflexo da imagem;
    Prepare bem o veículo para as fotos (limpeza, manutenção).
    Você pode ler mais sobre produção de fotos para revenda de veículos nessa matéria: A fotografia faz toda diferença!
  • Permita um contato mais rápido com um vendedor: onde há possibilidade de disponibilizar um chat e/ou WhatsApp, use esses recursos. O cliente prefere ter acima de tudo, uma resposta rápida pelo WhatsApp do que esperar um retorno de e-mail por exemplo.
  • Explore a utilização de vídeos nos anúncios: seja no seu site, nas suas redes sociais ou nos portais que tiverem esse recurso disponível, faça uso de vídeos de exibição do veículo. Um vídeo bem feito do veículo acelera o contato do comprador com o produto. Por exemplo, imagine que um possível comprador está analisando 5 veículos (do mesmo modelo) em anúncios na internet. Destes, apenas 1 possui vídeo. O anúncio com um vídeo de qualidade passa mais confiança ao comprador, ao mesmo tempo que conduz ele mais facilmente para um contato e/ou visita.

Sua revenda turbinada com o Altimus

O Sistema Altimus é um sistema completo para sua revenda de veículos. Ele permite associação de opcionais, descrições detalhadas, inserção de várias fotos, bem como a associação de vídeos do YouTube ao cadastro do veículo. 

Além disso, com o módulo de Integrador de Anúncios todos os veículos cadastrados podem ser anunciados nos mais de 50 portais simultaneamente (tanto nacionais quanto regionais) integrados pela ferramenta de uma forma prática e rápida.

Sobre vídeos nos anúncios, é importante certificar quais portais têm o recurso disponível e se há compatibilidade com envio de anúncios pelo Altimus. Alguns dos portais que já permitem esse recurso são: Mercado Livre e OLX. Da mesma forma, os Sites para Revendas da Altimus também fornecem o recurso de vídeos no anúncio.

Viu como é fácil turbinar seus anúncios de veículos?

A sua revenda ainda não possui o Integrador de Veículo ou o Site para Revendas da Altimus? Entre em contato com nosso comercial e agende uma demonstração.

Artigos que você pode gostar:

Siga-nos nas redes sociais e fique por dentro das novidades:

Facebook: @altimusoficial Instagram: @altimusoficial
Youtube: Altimus Linkedin: Altimus

pessoas comemorando na empresa

Como atrair e reter os melhores talentos na minha revenda?

Abriu uma nova vaga de emprego na sua revenda de veículos e precisa de ajuda para selecionar o perfil do talento mais adequado? Aqui neste post nós iremos te ajudar na escolha para preencher esse novo cargo. 

Durante a jornada para selecionar um novo colaborador, devemos criar um relacionamento com a pessoa que está sendo entrevistada. É importante lembrar que talvez ela se torne parte da sua equipe, por isso você deve conhecer a pessoa e não somente apresentar as funções que serão atribuídas dentro da empresa.

Dicas para escolher o melhor candidato

Existem diversas maneiras de escolher o melhor candidato, mas resolvemos te dar uma mãozinha e listamos as principais dicas que a Leyla Berns, proprietária da Link Talentos, nos passou durante uma live no nosso instagram (@altimusoficial).

  1. Como fazer a entrevista?

Essa é uma questão bem simples. O ideal é que você tenha um local reservado, onde possa se conectar muito bem com a pessoa que está sendo entrevistada. Então, busque um local onde você não sofra interrupções, seja com alguma pessoa entrando e saindo da sala ou até mesmo com o telefone tocando. O foco é a conexão entre vocês dois, lembre-se disso!

  1. Como descobrir se uma pessoa é proativa ou não?

A gente consegue perceber pelo movimento da pessoa, em como foi o processo seletivo dela. Além disso, quando fazemos uma seleção por competência, a gente busca analisar o comportamento passado.

O comportamento do passado condiz com o próximo comportamento, na maioria dos casos. Tentar identificar o que é proatividade para a sua revenda de veículos é o primeiro passo.

  1. O que faz o empregador contratar já no final da entrevista?

Na verdade, as contratações não são feitas já no final da entrevista, porque não é algo em específico que define se um talento entra ou não, mas sim o conjunto da obra toda.

Mesmo você definindo um perfil, é muito difícil encontrar alguém com todas as características necessárias. Então, o certo é quem está entrevistando ir conversar com o gestor para entender quais características são as mais primordiais que o candidato deve ter.

Depois disso, é só olhar para todos os candidatos, ver o que melhor encaixa para a vaga dentro de todas as exigências impostas e pronto, contratação feita!

  1. O candidato está nervoso, o que eu devo fazer?

É muito simples: deixe o candidato mais tranquilo. Muitas pessoas, quando estão em uma entrevista, acabam ficando muito ansiosas e o nervosismo é inevitável.

Quando você perceber essa atitude, tente oferecer uma água, café ou até mesmo conte uma piada para que a pessoa fique um pouco mais tranquila e se sinta conversando com uma pessoa de igual para igual, e não com alguém que é superior a ela.

Os gestores da revenda devem participar das entrevistas?

Ao decidir que uma nova vaga está disponível, o primeiro passo a se tomar é definir as características do perfil que a empresa está querendo para selecionar bem os candidatos. Após a definição, é importante entendermos que gestores não são as pessoas certas para fazerem entrevistas.

Gestores possuem outras atribuições em suas rotinas e, ficar entrevistando candidatos pode fazer com que ele se sinta menos útil e que está atrasando outros compromissos do dia-a-dia.

O ideal é que o gestor fique mais para o fim da seleção, para ele seguir um pouco do feeling e escolher a melhor pessoa segundo os critérios pessoais dele.

O que posso fazer para reter um talento?

O que é combinado não sai caro. A partir do momento que o gestor combina uma meta com o funcionário é difícil dar errado e o talento pedir para sair. Então, entender o que está desmotivando o seu funcionário é o primeiro ponto. Perguntar é sempre o melhor caminho.

Uma outra técnica muito importante é o feedback periódico. Isso ajuda a ter um bom resultado, comunicação mais efetiva, relacionamento mais próximo e proatividade.

Ah! Normalmente a proatividade cai por conta do medo entre o relacionamento gestor x empregado. Se o relacionamento é mais próximo, só existem vantagens. Aprenda a dar feedback constantemente para o seu talento.

E por último, mas não menos importante, um bom local de trabalho é extremamente vantajoso para ambos os lados. A gente passa mais tempo do nosso dia no trabalho do que em casa. Uma empresa que se preocupa com o bem-estar e saúde do seu funcionário, com certeza terá os melhores talentos por perto.

E se eu precisar demitir um funcionário?

Quando a gente fala de gestão de pessoas, é legal perceber que o processo de desligamento começa na contratação do talento, você sabia disso?!

Isso quer dizer que, se você está desligando aquele funcionário, é porque durante o processo seletivo você não percebeu algo no comportamento dele. E sim, normalmente os desligamentos acontecem mais por atitudes comportamentais do que pela parte técnica da função.

Existe uma pesquisa que mostra que 08 meses é o tempo que um gestor leva para desligar alguém. Isso representa muito tempo e muito dinheiro para a empresa. Após a contratação, devemos acompanhar o novo funcionário por 04 meses, nesse momento é necessário conversar com frequência para alinhar todos os objetivos. 

Lembre-se sempre também que desligamento não é momento de brigar ou de lavar a roupa suja. As empresa pequenas costumam esperar o funcionário pedir demissão do que desligar ele. E aqui fica um grande e valioso aprendizado: talvez a pessoa não esteja fazendo um grande trabalho na sua revenda, mas talvez ela brilhe em outro local. Não prenda o funcionário, deixe ele ser livre para sair quando ele achar melhor.

E sim, por mais que doa, a culpa de uma má contratação é de responsabilidade do gestor que, possivelmente, não sabia que tipo de pessoa ele queria trabalhar. Por isso é importante deixar a contratação na mão de quem realmente entende dos processos.

Quando devo contratar uma empresa de RH?

Muitos gestores ficam na dúvida de quando devem contratar uma empresa de RH para fazer o processo seletivo da sua revenda, mas a verdade é uma só: contratem sempre.

Tendo uma empresa especializada em contratações de pessoas, o gestor não possui toda responsabilidade da entrevista, não precisa entender de tudo que envolve uma contratação e consegue otimizar o seu tempo para o que realmente importa. 

Agora, é importante frisar que uma contratação não é algo simples, existem diversas estratégias, o tempo investido, além de uma série de outros fatores. Então, escolha muito bem a empresa que fará o recrutamento e seleção para não pagar o preço de uma economia burra lá na frente.

E se você quiser assistir a live que fizemos com a Leyla Berns, proprietária da Link Talentos, onde abordamos todos esses assuntos e muitos outros, é só clicar aqui!

2020-07-09 - Capa notícia

Renave: Conheça mais sobre o projeto que vem para facilitar o processo de transferência de veículos.

Quem aí gosta daquele processo longo, caro e burocrático de transferência de veículos? Alguém?  Pois esse processo está com os dias contados.

Você já ouviu falar em Renave?

O Renave – Registro Nacional de Veículos em Estoque, é um projeto piloto e Santa Catarina está sendo um dos estados pioneiros na sua implantação. Consiste em um banco de dados atualizado com o propósito de facilitar o processo de transferência, com informações de todos os veículos usados para venda tanto de concessionárias quanto de revendedores independentes.

O Renave foi idealizado pela Fenauto (Federação Nacional das Associações dos Revendedores de Veículos Automotores). É fruto da parceria entre o Ministério da Infraestrutura/Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) e o Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro). Possui o objetivo de aumentar a segurança, gerar mais economia e reduzir a burocracia e a informalidade nos processos de compra e venda de veículos. O projeto beneficia tanto o empreendedor quanto o consumidor, uma vez que proporciona impacto positivo para todo setor.

Facilitar, desburocratizar e baratear. Tudo integrado, rápido e simples!
Mas, como isso vai funcionar?

A principal funcionalidade do Renave, até onde ouvimos falar, será a implementação da facilitação da transferência dos veículos quando estes forem comprados pela loja. Desta forma o atual dono do veículo preencherá o CRV (Certificado de Registro do Veículo) (antigo DUT) e o entregará para a loja. A loja, por sua vez, emitirá uma nota fiscal eletrônica para dar entrada ao veículo. Com isso, o Renave do veículo ficará disponível e o mesmo passará a ser de propriedade da loja, não havendo necessidade de comunicar de forma manual ao Detran sobre essa transferência.

Para o repasse de veículos entre lojas também será utilizando o sistema Renave, a nota fiscal é emitida na loja que está recebendo o veículo. Dessa forma, o veículo passa a fazer parte do estoque da loja nova, desaparecendo do registro do sistema da loja anterior. A um passo atrás, ainda está a possibilidade de quando a loja vender o veículo, a transferência para o novo proprietário também ser realizada via Renave. Há quem diga que essa opção é algo que ainda vai demorar para ser definido, até porque irá mexer muito com o envolvimento dos Despachantes.

Mas se isso for adiante, será através de uma plataforma digital que se comunica diretamente com o Denatran, enviando as informações com a finalidade de validar o processo. É emitido um CRV que pode ser assinado digitalmente, juntamente com a nota fiscal. Desse modo, o processo dispensa a necessidade de um despachante e burocrática ida ao Detran.

Mais prático e mais barato?

Essa digitalização do processo, além de ser mais transparente, também será muito mais rápida, eliminando a necessidade de reconhecer firma em cartório. Pois o comprador sai da loja com o veículo já transferido para o seu nome, sem custos e incomodações extras como as taxas referentes à procuração e outros documentos.

Sim! Logicamente o processo também será mais barato e mais seguro para o dono do veículo que está sendo vendido, pois evita a cobrança de multas e infrações indevidas e a perda de prazo para atualização dos dados. O processo pode chegar a custar 75% a menos do custo atual.

Outro problema que esse sistema irá solucionar é a informalidade. Segundo dados da Fenabrave/SC, em Santa Catarina aproximadamente 86% das transações não são registradas formalmente por não ter até então um sistema integrado de cadastro e controle. Certamente a formalização dos procedimentos através do Renave virá a solucionar essa questão, bem como a sonegação de impostos, uma vez que a nota fiscal eletrônica é gerada imediatamente.

Bom para todo mundo!

Portanto o sistema Renave proporcionará benefícios a todos, permitindo a comercialização de veículos diretamente com lojistas ou concessionárias com a certeza de que a transferência foi prontamente realizada, a nota fiscal foi emitida, as informações foram repassadas ao Detran/Denatran. Para os lojistas e concessionárias o sistema fornecerá a garantia da ausência de pendências, a redução dos custos, a agilidade na transferência de propriedade junto ao Detran e a praticidade da inclusão do veículo no estoque.

2020-06-26 - Capa notícia

Proximidade e atendimento personalizado aos clientes fazem a diferença?

Me diga uma coisa. O que você prefere: um atendimento despreparado e mecânico ou um atendimento pessoal, personalizado, em que você é compreendido e direcionado conforme sua necessidade?

Você provavelmente escolheu a segunda opção, não é mesmo? A maioria das pessoas escolhe a segunda opção, mas nem todo atendimento é feito dessa forma.

Os clientes possuem personalidades distintas, mas todos querem se sentir únicos e especiais. O consumidor/cliente não quer se sentir apenas mais um em meio a uma multidão. As empresas que compreenderem essa necessidade e direcionarem suas ações para esse fim, realizando um atendimento personalizado, possuem uma chance enorme de se destacar em meio a concorrência e fidelizar clientes.

Mas atenção!

Personalização e padronização devem andar juntos! Afinal, ter padronização é essencial para um negócio. Equipe, ideias e conceitos alinhados mantém uma ordem necessária. Se cada um agir de uma forma, o negócio pode parecer desorganizado.

Toda essa personalização e direcionamento exigem trabalho e dedicação.  Vai muito além de atender o cliente com um sorriso no rosto ou enviar um e-mail ao seu cliente. É preciso identificar as necessidades dele, adaptar a linguagem e a forma de tratamento utilizadas, os canais de comunicação e oferecer soluções sob medida que atendas suas expectativas.

Mas e agora? Como eu fidelizo o meu cliente?

Nós vamos te dar umas dicas sensacionais:

Conheça seu cliente e mantenha um banco de dados atualizados.

O que nós queremos aqui é a personalização para gerar fidelização, não é mesmo. Então como poderei personalizar o atendimento se eu não conheço meu cliente?

Colete seus dados pessoais (nome, idade, profissão, atividades de lazer, e-mail, telefone), solicitações, reclamações, histórico e experiência de compras. Nesse momento, um bom software de CRM ajuda você a fazer esse controle e cruza informações importantes para traçar ações de sucesso.

Construa uma relação com seus clientes.

Não abandone seu cliente após a venda. Não deixe que ele esqueça a sua empresa.

Manter um relacionamento é essencial para ser lembrado. Isso mostra que você se importa e dá valor a ele. Envie e-mails personalizados, siga-o nas redes sociais, convide-o para sorteios, promoções e lançamentos, faça pesquisas de satisfação e parabenize-o no seu aniversário, ofereça exclusividades. Tem coisa mais personalizada no atendimento do que oferecer exclusividade? Isso supre aquela necessidade que já mencionamos nesse texto: fazer o cliente se sentir único e essencial.

Fala sério… todo mundo gosta de receber essa atenção!

Interaja de forma humanizada.

Deixe seu cliente a vontade. Tratá-lo de uma forma um pouco mais informal para deixar a comunicação mais leve, como se estivesse tratando com um amigo, pode ser um diferencial bem interessante para seu negócio. Bom humor e respeito devem andar de mãos dadas.

Invista no treinamento da equipe de atendimento.

Para que sua equipe ofereça um atendimento personalizado e de qualidade, há diversos cursos e palestras que podem agregar conhecimento ao funcionário, desenvolver cada dia mais essas técnicas é fundamental para aprimorar ainda mais o atendimento.

Esteja disponível para seu cliente.

Mantenha diferentes canais para se comunicar com seu cliente. E-mail, SAC, WhatsApp e Redes Socias são suficientes para se mostrar presente e estar disponível para seu cliente. Mas não o deixe esperando. As mensagens enviadas devem ser prontamente respondidas.

Anotou tudo?

Seguindo essas dicas, a chance de sucesso é imensamente maior!

Falando ainda sobre atendimento personalizado, tivemos um relato muito interessante dos irmãos Cidinei e Edegar Zilli. Proprietários da Zilli Veículos, empresa que está há 16 anos trilhando caminho do sucesso.

Em uma live muito divertida que você pode assistir aqui, Edegar e Cidinei nos contaram os segredos para o sucesso de sua revenda: princípio, honestidade, seriedade, humildade, dedicação, respeito, atendimento personalizado, equipe treinada e unida, amor e versatilidade são elementos essenciais para se destacar e vencer.

Afinal, as histórias de sucesso não acontecem do dia pra noite, levam muito tempo para serem construídas. A persistência e a dedicação são extremamente importantes, quando unidas a um atendimento de qualidade e personalizado.

Live 2020-06-17 - Capa notícia

Associativismo para revendas de veículos, como isso funciona?

Vamos ter sucesso JUNTOS?

“Juntos”… que palavra forte, intensa, transformadora!
Você já ouviu falar que “Sozinho ninguém alcança nada”, não é mesmo!?
E quanto a “A união faz a força” ou ainda “Unidos venceremos”?
Essas são as premissas do associativismo.

O associativismo consiste na união de pessoas ou organizações que buscam superar desafios e dificuldades, fortalecer relações e gerar soluções a fim de alcançar metas comuns a todos. Dessa forma, as associações promovem a melhoria individual e coletiva, gerando benefícios ou fornecendo serviços para os associados.

Maravilhoso, não é!?
Mas… como o associativismo pode me ajudar?

Pense bem. Vários indivíduos ou organizações reunidas por um bem comum só tem benefícios a oferecer! Os integrantes podem trabalhar em conjunto para redução de custos, afinal, quantos mais interessados melhor a possibilidade de negociação. Além disso, a comunicação torna-se facilitada visto que o compartilhamento de informações importantes é de interesse de todos, bem como a troca de experiências. A associação também pode buscar melhores condições de preço e prazo através da consolidação de parcerias estratégicas com fornecedores ou negociação mais vantajosa devido ao número maior de interessados lutando juntos.

O associativismo também proporciona maior senso de direção com estratégias mais eficientes direcionadas ao coletivo, porém beneficiando a todos individualmente. É importante também frisar o desenvolvimento constante dos profissionais associados, pois as associações costumam disponibilizar conteúdos, eventos, cursos e treinamentos com o propósito de desenvolver os profissionais envolvidos. E claro, talvez o benefício mais reconhecido e necessário é a luta por direitos, pois por muitas vezes as pessoas não sabem que estão pagando algum imposto de forma equivocada, sendo lesadas e arcando com altos prejuízos causados por isso.

São tantas vantagens, não é mesmo?

Mas mesmo com tantas vantagens, porque o número de adesões ainda é tão baixo em algumas associações?

Conversamos recentemente com o Presidente da ASSOVESC (Associação dos Revendedores de Veículos de Santa Catarina) e proprietário da Bóca Mafra Automóveis, Neto Mafra, sobre o associativismo para revendas de veículos. Veja aqui.

A ASSOVESC está a 30 anos lutando pelos seus associados, pela expansão e desenvolvimento do segmento. Veja só o tamanho da força da associação… em meio a pandemia do Coronavírus, a ASSOVESC conseguiu que o segmento fosse um dos primeiros a reabrir, devido a grande importância que é o setor automobilístico ao mercado. Outra grande vitória recente da associação é o ganho de causa referente a cobrança equivocada de impostos da categoria, situação que foi vencida com sucesso!

Há causas constantes que a ASSOVESC luta diariamente. Porém, para fazer ainda mais pelo segmento, é necessário que mais empresas se unam a essa causa. Mais revendas associadas pensando num mesmo objetivo traz ainda mais benefícios. Quanto mais união, mais força.

Pois bem! Alguém ainda tem alguma dúvida sobre o quão vantajoso uma associação pode ser ao seu negócio? Há muitos caminhos a seguir, as associações são uma forma de direcionar, de promover um ganho social amplo e completo. Unir interesses em busca de objetivos comuns possibilita alcançar metas e planos almejados, desenvolvendo a economia e o bem-estar social dos participantes e da sociedade.

Live 2020-06-10 - Capa notícia

O que vi e vivi em mais de 30 anos com minha revenda de veículos?

Ah, como seria tudo lindo se não existissem os problemas, crises e imprevistos nos negócios, não é!? Se tudo que foi traçado acontecesse em seu perfeito momento, tudo de acordo o planejado. “Mas a vida, amigos… a vida é uma caixinha de surpresas”. As crises acontecem, os problemas aparecem e temos de contornar e nos adaptar de uma hora para outra, sem previsão. Essas incertezas são preocupações constantes dos empresários. Enquanto não soubermos o tempo de duração da crise (e não há como saber), não há como calcular o tamanho do impacto.

A história está aí para isso. Para mostrar que nem tudo é um mar de rosas e que devemos aprender com o passado. Todo empreendedor, seja ele grande ou pequeno, enfrenta uma sequência interminável de desafios em seus negócios quase que diariamente.

Nosso cliente Luiz Telles, proprietário da 4X4 Veículos, conversou conosco em uma live muito interessante e relatou momentos difíceis pela qual sua empresa passou em mais de três décadas, e como conseguiu sobreviver, se reinventar e ter sucesso em meio a tanta adversidade. Veja aqui!

Foram várias reinvenções:
  • A loja foi aberta em 1988.
  • Já em 1990, houve o confisco da poupança e um clima de insegurança tomou conta do país. Foi o primeiro “baque” sofrido no empreendedorismo.
  • Pouco depois, em 1994, vem o Plano Real despencando o preço dos carros. Foi necessário se desfazer rapidamente do estoque para diminuir o prejuízo.
  • A crise da Ásia também trouxe consequências, seguida do clima de insegurança decorrente das eleições de 2002.
  • 2008 veio com uma forte crise. Novamente os preços dos seminovos despencaram graças à isenção de IPI e o estoque encalhou. Aí entra a experiência! Como já tinha passado por usa situação parecida em 1994, a empresa conseguiu tomar decisões rápidas, pois aprendeu com as circunstâncias e os erros. Comprar mais barato e fazer o preço girar foi uma alternativa acertada.
  • Após isso fez parcerias e empreendeu no Automotivo, projeto que foi testado com todas as crises possíveis: impeachment, clima de incerteza sobre a substituição na presidência, crise dos caminhoneiros… e agora, essa pandemia do Coronavírus.
Ufa! Mas afinal.. depois de tudo isso… quais são as dicas para enfrentar essas situações?

Primeiramente, esteja aberto às tendências e novidades. Luis percebeu que o colaborativismo e a mídia digital eram tendências e passou a investir. Antecipar a tendência do digital e focar forte no colaborativismo ajudou no crescimento. Pesquise, estude, se informe.

Capacitação e desenvolvimento também são palavras essenciais para um profissional bem sucedido. Desenvolva seu autoconhecimento, busque ler sobre liderança. Se você não se conhecer, você não vai conhecer ninguém. Essa dica vale tanto para líder de loja, quanto aos vendedores.

E principalmente: tenha um sistema de gerenciamento que funcione!
Impossível sobreviver sem uma gestão financeira. Tão ruim quanto, é um sistema “meia boca” que não atende todas as necessidades da loja. 10 anos atrás, a cada 10 revendas, 1 se preocupava com a parte financeira. Hoje, em média 6 revendas se preocupam de verdade. Isso ainda é um número baixo. Tenha um CRM de qualidade, gerencie seus leads, isso deve ser uma rotina diária!

Devemos lembrar também da ASSOVESC (Associação dos Revendedores de Veículos de Santa Catarina) que busca constantemente os direitos dos revendedores. Em meio a pandemia do Coronavírus e o bloqueio das revendas de veículo no país, foi a ASSOVESC que solicitou a reabertura do comércio de seminovos. Veja a força que a associação possui, mesmo com uma quantidade pequena de revendas associadas.

Aproveitando o gancho… Não percam nossa live desta quarta-feira, 24 de Junho! Iremos conversar com o Neto, presidente da ASSOVESC. Será mais uma daquelas conversas enriquecedoras que a gente adora!

Por fim, não há dúvidas que a crise é para todos. Se dará melhor aquele que se dedicar, se esforçar e fazer da crise uma oportunidade. Foco, persistência e criatividade são características essenciais para quem quer se destacar e gerar boas oportunidades de negócio. E você… o que vai fazer diante de um cenário de dificuldade e incertezas? Desistir ou levantar a cabeça e seguir em frente?

Vem com a Altimus! Estamos aqui para crescer juntos!
Blog2

Como inovar na sua loja de veículos?

Você sabe o que significa a palavra inovação? Já se perguntou como isso pode ser aplicado na sua loja de veículos? Diferente do que muitas pessoas pensam inovação pode ser algo muito menor ou mais simples, embora existam aqueles que ainda pensem que só é inovação algo revolucionário como por exemplo a criação do telefone celular ou de um aplicativo como WhatsApp. Com certeza essas foram grandes invenções, mas nem sempre uma inovação precisa ser uma invenção. Nesse post vamos apresentar alguns conceitos acerca da palavra inovação e dar algumas dicas de como você pode fazer isso na sua loja de veículos. Vem com a gente!

O que é inovar então?
Inovar é propor algo diferente! Você não precisa criar nada grandioso para ser uma inovação, se você mudar alguma atividade, algum procedimento ou algum documento na sua empresa, tudo isso já é inovação. Muitas vezes pequenos ajustes podem trazer também um grande resultado, muitas vezes além do esperado. Então como já dissemos inovação é diferente de invenção, ok? 

O que posso fazer de diferente na minha revenda?
Recentemente fizemos uma live com Rafael Silva, diretor da empresa Isidoro Automóveis, uma das maiores lojas de veículos de SC, e focamos bastante na parte de inovação. Caso queira conferir na íntegra é só clicar aqui.
Além do que foi falado na live, existem muitos pontos que podem ser facilmente aplicados na sua loja de veículos para inovar no seu negócio. Podemos citar por exemplo a inclusão de vídeos dentro do veículo, você já anuncia os veículos com vídeos? Se a resposta for não, essa é uma forma de você inovar, e ainda passar mais informações do seu produto ao consumidor.
Outro item interessante, os vendedores têm um padrão de como apresentar os veículos aos clientes? Se não tem aí já vai uma oportunidade de padronizar de acordo com as melhores práticas. Agora, mesmo que a sua equipe já tenha um padrão de apresentação, a quanto tempo vocês fazem da mesma forma? Será que o que encantava os clientes há 5 anos atrás é igual ao que encanta nos dias atuais? Será que não cabe mudar a forma de apresentar o veículo a um possível cliente? O que poderia ser mudado?
Como funciona o seu pós-vendas? Você tem? Nos dias de hoje é tão difícil conquistar um cliente, o que você faz com este cliente para ele se conectar com a sua marca? Daqui 2 anos quando ele for trocar de carro, ele vai pensar na sua revenda ou vai procurar primeiro em outro lugar? Vale a pena pensar a respeito!

Quem são as pessoas que podem ajudar nesse processo?
Todas as pessoas da sua loja de veículos devem ser envolvidas no processo de inovação. Em muitos momentos isso partirá dos gestores, mas qualquer colaborador pode e deve trazer sugestões de inovações. E aí já vai mais uma dica e uma pergunta: você tem estimulado os colaboradores da revenda a inovar? Tem incentivado eles a pensar diferente e a “sair da caixa”. Aposto que alguns responderão “pra falar a verdade nunca pensei nisso”. Isso é mais comum do que parece, a maioria das pessoas, durante a maioria do tempo só faz o “feijão com arroz”, só faz o que é operacional e gasta muito tempo em trabalhos morosos ou em retrabalho e acaba não deixando nenhum tempo livre para inovação.
É muito importante que você destine algum tempo para inovar dentro da sua empresa, seja para fazer uma reunião de brainstorm ou seja para fazer alguma dinâmica criativa com os seus colaboradores. O importante é ter esse olhar para a inovação e fazer disso uma cultura na sua empresa. No começo você pode se sentir meio perdido ou sem saber por onde começar, mas isso é normal, e lembre-se toda grande caminhada se inicia a partir do primeiro passo.

Esperamos que essas dicas possam ajudar a sua revenda a resgatar ou implementar um DNA de inovação 😉

Agradecemos pela leitura e nos vemos numa próxima postagem. Até lá!

Blog2

Como gerenciar a equipe de vendas da sua revenda de veículos após o isolamento social

Seus vendedores estão ansiosos ou nervosos pelo baixo volume de vendas? Se isso está acontecendo na sua revenda saiba que não é só aí! Conversamos com dezenas de revendas de veículos de todo o país nos últimos dias, e o cenário se repete em todos os lugares. As vendas estão acontecendo, mas em um ritmo muito mais lento, na maioria das revendas não chegando 50% do volume normal, e isso tem gerado muita insegurança para o time de vendas.
Neste post iremos abordar o que estamos vendo no mercado e algumas dicas para que os vendedores de veículos possam trabalhar melhor a sua inteligência emocional neste momento de dificuldade e grandes desafios. Além disso na semana passada, fizemos uma live da Altimus, onde convidamos a psicóloga Cibele Sanches que abordou o tema “Dicas para fortalecer sua inteligência emocional frente aos desafios atuais”, para conferir as dicas basta clicar aqui.

O que o gerente de vendas pode fazer num momento desses?
Em primeiro lugar se você é gerente de vendas, nunca se esqueça que você é um líder! As pessoas necessitam e a maioria quer seguir os passos do líder. Se este líder estiver inseguro, estressado, desestabilizado emocionalmente, certamente irá comprometer os resultados do time. E lembre-se são em momentos de crise, onde os ânimos estão tensos e a situação parece complicada, que o líder coloca a prova uma de suas principais competências: a capacidade de assumir responsabilidades.
É do gerente de vendas, muito mais do que dos vendedores a responsabilidade da conclusão das vendas, mesmo em momentos como esse, onde enfrentamos uma crise global. É claro que temos consciência que as revendas de veículos não irão vender como há 2 ou 3 meses atrás. Mas por outro lado é o momento onde cada lead importa! Cada oportunidade deve ser abraçada de forma única, diferente do que era feito antes da pandemia. Há 2 meses atrás, por exemplo, era comum assistirmos vendedores que não davam tanta atenção a um lead, pois preferiam atender um outro “mais quente”. Agora a quantidade de leads diminuiu, e a atenção deve ser redobrada. Sim o vendedor e gerentes devem estar prontos para “servir mais e melhor” aos clientes neste momento.
Vemos também com muito bons olhos o gerente traçar um cronograma de atividades e reuniões para não deixar os vendedores ociosos. A ociosidade aumenta a ansiedade, o stress e faz a mente viajar, perdendo assim o foco do que é mais importante. A você gerente de vendas sugerimos traçar pelo menos 2 reuniões semanais, uma na segunda-feira de manhã e outro na sexta de manhã, para avaliar as vendas e oportunidades. Mas já pudemos acompanhar gerentes que têm feito reuniões sobre vendas todos os dias de 15 a 20 minutos e têm tido resultados muito acima do esperado. Este contato e alinhamento do time faz com que todos estejam mais entrosados e afinados.

E o vendedor como fica com isso tudo?
A palavra que define o estado de espírito que um vendedor deveria ter neste momento é resiliência. Resiliência significa em termos práticos, ter paciência, flexibilidade, fé, saber que tudo isso irá passar, e acreditar de verdade nisso. Sabemos que não é fácil um vendedor que no passado vendia 7 ou 8 carros por mês, até com certa facilidade, agora estar tendo um esforço sobrenatural para fechar o mês de abril com 2 ou 3 vendas. Esse cenário é triste, delicado e muito desafiador, mas de nada adianta se desesperar, por isso a palavra resiliência cai tão bem neste momento. Você que é vendedor, trate cada lead com amor e carinho, se pergunte “o que eu posso fazer a mais por esse possível cliente”, assim você terá mais chances de fazer bons negócios! Além disso, você pode pegar a lista de todos os clientes que você vendeu nos últimos 2 anos e ligar para todos eles. Tem muita gente trocando um veículo por outro de menor valor, e acredite tem gente também comprando carros mais caros. Talvez você, que é vendedor, não tenha esse hábito de pegar a listagem de clientes que vendeu há temos atrás e fazer um trabalho pró-ativo. Mas esse é o momento de fazer isso, temos certeza que isso irá trazer algumas oportunidades de vendas. Imagine se você vendeu para 200 clientes nos últimos 2 anos, não seria maravilhoso se ao ligar para todos esses, você conseguisse que 20 ou 30 viessem tomar um café na revenda? Então mãos a obra, e mais uma vez, saiba que tudo isso vai passar!

Se você é vendedor ou gerente de vendas, e tem interesse em outros materiais sobre vendas on-line, estratégias, etc. entre em contato com a Altimus pois teremos prazer em lhe enviar alguns materiais ricos sobre isso!

Desejamos muita força, foco e fé aos gerentes e vendedores de lojas de veículos de todo o país, para encarar de frente essa situação. E lembrem-se juntos somos mais fortes.