Como atrair e reter os melhores talentos na minha revenda?

Abriu uma nova vaga de emprego na sua revenda de veículos e precisa de ajuda para selecionar o perfil do talento mais adequado? Aqui neste post nós iremos te ajudar na escolha para preencher esse novo cargo. 

Durante a jornada para selecionar um novo colaborador, devemos criar um relacionamento com a pessoa que está sendo entrevistada. É importante lembrar que talvez ela se torne parte da sua equipe, por isso você deve conhecer a pessoa e não somente apresentar as funções que serão atribuídas dentro da empresa.

Dicas para escolher o melhor candidato

Existem diversas maneiras de escolher o melhor candidato, mas resolvemos te dar uma mãozinha e listamos as principais dicas que a Leyla Berns, proprietária da Link Talentos, nos passou durante uma live no nosso instagram (@altimusoficial).

  1. Como fazer a entrevista?

Essa é uma questão bem simples. O ideal é que você tenha um local reservado, onde possa se conectar muito bem com a pessoa que está sendo entrevistada. Então, busque um local onde você não sofra interrupções, seja com alguma pessoa entrando e saindo da sala ou até mesmo com o telefone tocando. O foco é a conexão entre vocês dois, lembre-se disso!

  1. Como descobrir se uma pessoa é proativa ou não?

A gente consegue perceber pelo movimento da pessoa, em como foi o processo seletivo dela. Além disso, quando fazemos uma seleção por competência, a gente busca analisar o comportamento passado.

O comportamento do passado condiz com o próximo comportamento, na maioria dos casos. Tentar identificar o que é proatividade para a sua revenda de veículos é o primeiro passo.

  1. O que faz o empregador contratar já no final da entrevista?

Na verdade, as contratações não são feitas já no final da entrevista, porque não é algo em específico que define se um talento entra ou não, mas sim o conjunto da obra toda.

Mesmo você definindo um perfil, é muito difícil encontrar alguém com todas as características necessárias. Então, o certo é quem está entrevistando ir conversar com o gestor para entender quais características são as mais primordiais que o candidato deve ter.

Depois disso, é só olhar para todos os candidatos, ver o que melhor encaixa para a vaga dentro de todas as exigências impostas e pronto, contratação feita!

  1. O candidato está nervoso, o que eu devo fazer?

É muito simples: deixe o candidato mais tranquilo. Muitas pessoas, quando estão em uma entrevista, acabam ficando muito ansiosas e o nervosismo é inevitável.

Quando você perceber essa atitude, tente oferecer uma água, café ou até mesmo conte uma piada para que a pessoa fique um pouco mais tranquila e se sinta conversando com uma pessoa de igual para igual, e não com alguém que é superior a ela.

Os gestores da revenda devem participar das entrevistas?

Ao decidir que uma nova vaga está disponível, o primeiro passo a se tomar é definir as características do perfil que a empresa está querendo para selecionar bem os candidatos. Após a definição, é importante entendermos que gestores não são as pessoas certas para fazerem entrevistas.

Gestores possuem outras atribuições em suas rotinas e, ficar entrevistando candidatos pode fazer com que ele se sinta menos útil e que está atrasando outros compromissos do dia-a-dia.

O ideal é que o gestor fique mais para o fim da seleção, para ele seguir um pouco do feeling e escolher a melhor pessoa segundo os critérios pessoais dele.

O que posso fazer para reter um talento?

O que é combinado não sai caro. A partir do momento que o gestor combina uma meta com o funcionário é difícil dar errado e o talento pedir para sair. Então, entender o que está desmotivando o seu funcionário é o primeiro ponto. Perguntar é sempre o melhor caminho.

Uma outra técnica muito importante é o feedback periódico. Isso ajuda a ter um bom resultado, comunicação mais efetiva, relacionamento mais próximo e proatividade.

Ah! Normalmente a proatividade cai por conta do medo entre o relacionamento gestor x empregado. Se o relacionamento é mais próximo, só existem vantagens. Aprenda a dar feedback constantemente para o seu talento.

E por último, mas não menos importante, um bom local de trabalho é extremamente vantajoso para ambos os lados. A gente passa mais tempo do nosso dia no trabalho do que em casa. Uma empresa que se preocupa com o bem-estar e saúde do seu funcionário, com certeza terá os melhores talentos por perto.

E se eu precisar demitir um funcionário?

Quando a gente fala de gestão de pessoas, é legal perceber que o processo de desligamento começa na contratação do talento, você sabia disso?!

Isso quer dizer que, se você está desligando aquele funcionário, é porque durante o processo seletivo você não percebeu algo no comportamento dele. E sim, normalmente os desligamentos acontecem mais por atitudes comportamentais do que pela parte técnica da função.

Existe uma pesquisa que mostra que 08 meses é o tempo que um gestor leva para desligar alguém. Isso representa muito tempo e muito dinheiro para a empresa. Após a contratação, devemos acompanhar o novo funcionário por 04 meses, nesse momento é necessário conversar com frequência para alinhar todos os objetivos. 

Lembre-se sempre também que desligamento não é momento de brigar ou de lavar a roupa suja. As empresa pequenas costumam esperar o funcionário pedir demissão do que desligar ele. E aqui fica um grande e valioso aprendizado: talvez a pessoa não esteja fazendo um grande trabalho na sua revenda, mas talvez ela brilhe em outro local. Não prenda o funcionário, deixe ele ser livre para sair quando ele achar melhor.

E sim, por mais que doa, a culpa de uma má contratação é de responsabilidade do gestor que, possivelmente, não sabia que tipo de pessoa ele queria trabalhar. Por isso é importante deixar a contratação na mão de quem realmente entende dos processos.

Quando devo contratar uma empresa de RH?

Muitos gestores ficam na dúvida de quando devem contratar uma empresa de RH para fazer o processo seletivo da sua revenda, mas a verdade é uma só: contratem sempre.

Tendo uma empresa especializada em contratações de pessoas, o gestor não possui toda responsabilidade da entrevista, não precisa entender de tudo que envolve uma contratação e consegue otimizar o seu tempo para o que realmente importa. 

Agora, é importante frisar que uma contratação não é algo simples, existem diversas estratégias, o tempo investido, além de uma série de outros fatores. Então, escolha muito bem a empresa que fará o recrutamento e seleção para não pagar o preço de uma economia burra lá na frente.

E se você quiser assistir a live que fizemos com a Leyla Berns, proprietária da Link Talentos, onde abordamos todos esses assuntos e muitos outros, é só clicar aqui!