Qual a identidade da sua revenda? Você está se comunicando com seu cliente da forma correta na loja de carros?

Quando falamos em identidade da sua revenda, na real estamos nos referindo ao que de fato sua loja de carros é, ou seja, o que sua marca representa, como ela vem atuando e a forma como se comunica.

Portanto, o público-alvo deve ser levado em conta na construção dessa identidade, pois possibilitará planejamentos mais adequados, além de uma melhor escolha de canais e da linguagem da mensagem utilizada.

Artigos que você pode gostar:

Neste artigo vamos mostrar a importância que estratégias como criação de Brand Persona e Segmentação de Mercado podem ser grandes aliados no desenvolvimento da Identidade da sua revenda e no aumento de suas vendas.

Você está se comunicando com seu cliente da forma correta na loja de carros?

Sabemos que os consumidores de veículos têm as mesmas necessidades de locomoção em comum, porém os desejos podem ser bem diversificados.

De nada adianta uma revenda de carros de luxo, por exemplo, investir em ações de marketing em canais onde os consumidores ali presentes não tenham recursos financeiros suficientes para comprar os seus carros.

Torna-se muito mais eficiente focar em canais onde estarão aqueles clientes que de fato possuem recursos e interesses por seus automóveis, ou seja, para o seu mercado alvo.

Portanto, o desenvolvimento de Brand Personas e a Segmentação de Mercado tornam mais certeiras as estratégias de marketing e de comunicação, para tornar o seu negócio mais visível somente àqueles que realmente tem interesse no que sua loja oferece.

Mas o que é Brand Persona?

Brand Persona é a estruturação de uma forma de linguagem, como se representasse uma única pessoa, com um determinado posicionamento e uma forma única de se comunicar.

Então, relacionar-se com o seu cliente de forma mais humanizada é fundamental para diminuir as distâncias, estreitar laços e manter a comunicação clara e segura, além de aprimorar a experiência de seus clientes.

Acima de tudo, os consumidores desejam falar com pessoas e não com as instituições, e a sua loja de carros deve estar personificada nas diferentes redes sociais.

brand persona linguagem da sua revenda

Como criar a linguagem da sua loja de carros?

Para definir a identidade da Brand Persona, deve-se saber qual a identidade da revenda, portanto, analisa-se sua história, missão, valores, produtos, serviços e por fim o público-alvo.

A criação de uma Brand Persona consiste na criação do tom e da voz da marca, porém é fundamental definir 04 pontos fundamentais:

1- Pilares da marca

Os pilares da marca são termos que representam o que sua revenda é, em outras palavras, eles dão sustentação à comunicação e fazem parte dos conteúdos para blog, redes sociais, e-mail marketing e anúncios publicitários.

2- Essência da marca

A essência da marca é, basicamente, a característica principal. Aquela que sustenta todas as outras, incluindo os pilares. Por isso é importante que a essência seja uma frase, termo ou colocação curta.

Portanto, devem estar presentes em todos os produtos e serviços. Para melhor compreender o que seria a essência de sua revenda, pense bem: o que está por trás de tudo o que se faz na empresa? Qual o propósito e o objetivo do negócio?

3- Promessa da marca

É uma forma de acordo entre a empresa e os consumidores, podendo fazer com que seus produtos tenham maior valor agregado.

Trata-se do que os clientes podem esperar verdadeiramente a cada interação. Pense, aqui, nos motivos que alguém prefere sua marca à concorrência. Qual o diferencial?

4- Declaração de missão

Por fim, aqui sua revenda mostrará quais são os principais motivos para ela existir, além do lucro, obviamente. Acima de tudo, auxilia sua loja a compreender como deve agir e quais caminhos trilhar.

Definindo a sua Brand Persona

Certamente, definir sua Brand Persona é uma das ações que sua revenda precisa fazer para se comunicar de forma mais assertiva com o seu público, oferecendo também uma melhor experiência a ele.

Por exemplo a Netflix e o Magazine Luiza, ambas têm brand personas bem definidas, que interagem com o público nas redes sociais e SAC com humor, descontração e coerentemente aos valores da marca.

Para começar o processo de criação do zero, imagine a marca como uma pessoa real, que tem suas próprias habilidades, gostos e comportamentos. Responda perguntas como:

  • Quantos anos ela tem?
  • Qual é o seu gênero?
  • Sua profissão?
  • Qual é o seu tom de voz?
  • Quais gírias ela fala?
  • Por quais assuntos ela se interessa?
  • Quais são  as referências que ela usa ao falar?
  • Qual impressão ela quer passar para as pessoas com quem ela se relaciona?

Depois disso, com essas respostas em mãos é hora de documentar as informações e após “documentar” sua brand persona, você já pode dar os próximos passos e criar estratégias de marketing nas redes sociais usando como referência as características da marca.

Como criar uma brand persona: imagem do perfil da rede Magazine Luiza no Facebook.

Todo mundo conhece a personagem Lu, que foi inspirada na empresária Luiza Trajano, fundadora da rede Magazine Luiza. Ela tem um tom doce e educado ao responder todas as dúvidas de quem passa pelas redes sociais, criando um verdadeiro engajamento com o público.

Portanto, não existe fórmula para criar brand personas, elas devem ser precisamente caracterizadas pela identidade de cada empresa.

Segmentação de mercado consumidor

Para quem eu vou vender? Para responder essa pergunta é que existe a segmentação de mercado, que é um dos pontos mais importantes para as vendas de sua revenda.

A segmentação consiste na divisão de um mercado total em pequenos grupos com características em comum, na qual é possível escolher qual será o público mais adequado para os negócios de sua revenda.

Um exemplo de segmentação de mercado é: um carro com tração 4×4 está voltado para um “público x” enquanto carros hatch, por exemplo, atendem a um “público Y”.

Neste sentido faz-se necessário segmentar o mercado de forma que a revenda consiga abranger grupos de consumidores específicos e assim conseguir atender às suas necessidades.

Como segmentar a sua loja de carros?

Para fazer uma segmentação eficiente é preciso usar um conjunto de referências como base. Contudo, esses critérios abordam desde características físicas até as emocionais do público-alvo em potencial.

Quanto mais detalhada for essa descrição, mais fácil será definir um posicionamento e uma comunicação eficiente. No entanto, um dos principais benefícios, é conseguir traçar o perfil de quem consome o seu produto ou serviço.

O processo de segmentação comporta 04 etapas:

1- Segmentação Demográfica

É uma maneira de classificar os consumidores de acordo com: idade, classe social, profissão, sexo, religião, escolaridade, tamanho da família e nacionalidade.

Certamente, é uma das segmentações mais usadas pelas empresas e através dela, os profissionais de marketing sabem que o consumidor tem forte tendência a adquirir os produtos levando em consideração seus fatores demográficos.

2- Segmentação geográfica

É a segmentação que lida com a localização dos clientes. É importante levar em conta esse tipo de informação, principalmente na hora de elaborar uma estratégia de marketing.

Pessoas de diferentes localidades, tendem a ter comportamentos de compra bastante distintos. Saber a região, a localidade, o estado ou até mesmo o bairro em que moram é importante para entender as necessidades do público e como sua revenda pode atendê-los.

3- Segmentação Comportamental

Este tipo lida com a maneira como o cliente se comporta durante o processo de compra: se ele está acompanhado, se está mexendo no celular, por exemplo, o objetivo é analisar como o cliente se comporta ou como reage quando encontra seu produto.

Na segmentação comportamental, o uso e o conhecimento em relação ao produto são informações fundamentais. Se os clientes compreendem o potencial do seu produto ou serviço, isso influencia, e muito, sua decisão de compra.

4- Segmentação Psicográfica

Essa segmentação analisa a atitude, o estilo de vida e a personalidade de seu consumidor. São características subjetivas, mas ainda sim possíveis de serem identificadas.

Seu consumidor gosta de sair com os amigos? Ou prefere ficar com a família? É uma pessoa tímida, hiperativa ou séria? No processo de compra de uma pessoa, ela pode ser diretamente influenciada pela sua personalidade e pelo estilo de vida que leva. 

Depois de fazer todas essas análises, sua revenda vai poder começar a construir uma boa identidade, onde o objetivo principal  é conseguir que sua marca ocupe um espaço de destaque na mente das pessoas, quando de alguma forma, for mencionada.

Espero que tenha gostado da leitura desse artigo e que sua revenda proporcione experiências incríveis para os seus atuais clientes ou potenciais, e que eles possam enxergar a sua loja de carros diante de todos os concorrentes.

Gostou do nosso artigo? Compartilhe nas redes sociais! O que achou das nossas dicas? Deixe seus comentários, dúvidas e considerações abaixo.